Dj Guaraci

Escrito por Fábio Henrique Gimenez Nagata às 20h47 (19/06/2012) Araçatuba – SP
Fonte: http://blogdonagata.zip.net/arch2012-06-17_2012-06-23.html

19/06/2012

Em homenagem a Guaraci Bezerra de Lima, o Guará da Cultura FM de Araçatuba, reproduzo em meu blog as palavras de nosso amigo em comum, Claudião da Disco Night.

Na foto: Fábio Nagata, Andrezinho Nakasom (hoje, André Munich), Banana Carlos (vermelho) e o eterno Guará.

As palavras do amigo Claudião da Disco Night:

O radialista Guaraci Bezerra de Lima, conhecido em Araçatuba como DJ Guará, da Cultura FM, morreu quarta-feira (11.01.12), às 13h25, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa. Com 46 anos de idade, 25 deles na mesma emissora, ele estava internado desde 17h de sexta-feira (6) após crises de tosse.

DJ Guará, que comandou durante anos uma das maiores discotecas de Araçatuba, a domingueira do Corintians, trabalhava como programador musical da emissora e apresentava aos sábados o programa “Classicos da Cultura”.

Guaraci fez parte da Historia da Disco Night, como Cliente, Amigo, Parceiro!  O idealizador da School for Djs durantes anos administrou aulas para varios Djs aprendiz na decada de 90.

O Guaraci comandava dos os Programas Dance 95fm- Cultura – Araçatuba/SP

Destes 1990 a Disco Night patrocinava, acreditava, participava.

Uma parceria que fez História, A cidade e Região Dançavam ao nosso som, Musicas!

  • Yo Generation
  • Cultura Dance Trax
  • Sexta-Feira Dance
  • Dance maníacos
  • Dance Power Dance
  • Play List da Disco
  • Disco Wave
  • Vários Especiais

Na Discoteca do Corintians então nem se fala!  Puts…Falar que o Guaraci morreu….dá nó na garganta, começo a pensar… Já passamos muitas coisas juntos….O mesmo ideal, DANCE MUSIC …Tudo que acreditávamos….Construímos…..Formamos muitos DJs….um Historia que faço a questão de manter que é este site: www.disconightnaweb.com

Guaraci…uma pessoa do Bem, sempre bem humorado, não tinha inimigos.

Meu velho amigo…que Deus o tenha!

Ass. Claudião da Disco Night (como ele me chamava)

Confira: http://www.disconightnaweb.com/site/index.php?option=com_blog&view=comments&pid=2028 [site velho fora do ar]

http://www.disconightnaweb.com/site/

Nivaldinho recebe aulas de DJ do mestre Guaraci.

Foto do convite ORIGINAL da Discoteca do Corintians de Araçatuba, o point da galera no domingo (fim dos anos 80 até meados dos anos 90)

Guaraci no estúdio da rádio Cultura FM 95,5 de Araçatuba-SP.

Ch – Cultura Dance Traxx 01

 

Ch – Cultura Dance Traxx 02

 

Ch – Disco Night o Retorno para Cultura

 

Ch – Essa eh a sua Turma 1

 

Ch – Essa eh a sua Turma 2

 

Ch – Essa eh a sua Turma 3

 

Ch. Dancemaniacos

 

Ch. Nos proximos 30s

 

Ch. Sexta Feira Dance

 

Ch. Vc Liga o Radio

 

Dance Power Dance – V1

 

Dancemaniacos – Abertura

 

Disco Bass – Abertura (Adriano)

 

Disco Wave – Abertura 1(Lula)

 

School For Djs – Abertura das viradas dos alunos 2

 

School For Djs – Spot…A Reforma do Studio

 

School For Djs – Spot…Professor é bonzinho

 

School For Djs – V1

 

Sexta Feira Dance – V1

 

Yo Generation – Abertura 1

 

Dj Guaraci

 

Dj Cadico

Dj Cadico – Dj History 1/3

Dj Cadico – Dj History 2/3

Dj Cadico – Dj History 3/3

Profissional credenciado na área de sonoplastia trabalhou em várias Radios (AM/FM) e DJ de diversas casas noturnas de São Paulo. Como a maioria dos DJs começou nos famosos bailinhos de Quintal em 1976, chegando a ter um público fixo de 3 mil pessoas e aos 16 anos de idade foi chamado para comandar a cabine de som do Dancin’ Days na Zona Norte.

Nessa época realizava um rodízio entre as casas noturnas pertencentes do grupo: TOCO,  CONTRA-MÃO e CALIFORNIA DREAMS e TOCO SÃO CAETANO, onde logo ficou como DJ residente, somando outras casas ao grupo como a OCEAN DRIVE em Santo André, LA BOOM em Mogi das Cruzes e a TWIST´S em São Caetano do Sul, casa que ditou moda e conceito musical em toda grande São Paulo entre 1994 e 1995.

Entre os anos de 1991 e 1993 recebeu alguns convites por onde passou pela OVER NIGHT , ZOOM, HOMO SAPIENS, SUNSET(ex- Califórnia) e NEW COUVERY. Ja foi durante muitos anos gerente do Cabral Tatuapé, onde paralelamente dedica-se na produção e gravação de DVDs dos grupos que por ali passavam, além da produção de vinhetas e aberturas em vídeo. Cadico e hoje VJ e toca atualmente nas maiores festas do estilo Revival e Flashback do Brasil e se apresenta no programa Energia na Véia da Rádio Energia 97 FM de São Paulo todos os sábados as 8 da manhã.

Fonte: http://entretenimento.r7.com/blogs/mister-sam/2017/03/28/dj-cadico-som-na-veia/

DJ Cadico – House Classics ( Canal DJ, 15.05.2015 )

Dj Grego

DJ HISTORY convidado DJ GREGO (PARTE I de VI)

DJ HISTORY convidado DJ GREGO (PARTE II de VI)

DJ HISTORY convidado DJ GREGO (PARTE III de VI)

DJ HISTORY convidado DJ GREGO (PARTE IV de VI)

DJ HISTORY convidado DJ GREGO (PARTE V de VI)

DJ HISTORY convidado DJ GREGO (PARTE VI de VI)

Ippocratis Bournellis, ou DJ Grego (7 de fevereiro de 1956 – 16 de setembro de 2010) foi DJ e produtor de São Paulo, Brasil .

Ele começou sua carreira em São Paulo, Brasil e atuou na cena de dança do mundo. Seu primeiro disco, Maestro Mecânico, foi lançado em 1977. Seu trabalho inclui mais de 200 remixes, assinados por grandes gravadores em todo o mundo.  Ele trabalhou com soul, disco e funk saltando com a escola de ritmo brasileira para produzir sons interessantes e únicos. Muitos desses discos e CDs de 12 “são raras e limitadas edições exclusivas de DJ.

DJ Grego produziu remixes para muitos músicos aclamados, incluindo Mariah Carey, Jorge Benjor, Ricky Martin, Earth Wind & Fire, Gilberto Gil, Wyclef Jean, Christian Castro, Ivan Lins, Fat Boy Slim, Fey, Djavan, Emmanuel, Joao Bosco, Daniela Mercury, Information Society, Tom Jobim Lounge, Nicole da Silva, Simply Red e Carlinhos Brown

Ultimate Latin Grooves foi seu primeiro projeto independente mundial e teve influências Fusion, Spiritual, World, Afro, Latin, Brazilian e Tribal Batukadas. O projeto foi programado e gravado em Miami, Rio de Janeiro, São Paulo, Nova York e Bahia. Neste CD, a influência grega entrou em jogo, bem como as ideias que ele ganhou durante suas visitas aos clubes e bares mediterrânicos das ilhas do mar Egeu no verão. Ele morreu aos 54 anos, em 16 de setembro de 2010, de insuficiência cardíaca. Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/DJ_Grego

+ Info: O DJ dos DJs também foi embora

Dj Vadão

Dj Vadão 1/3

Dj Vadão 2/3

Dj Vadão 3/3

Um dos nomes mais fortes da discotecagem do país, DJ Vadão já viu e fez de (quase) tudo na cena eletrônica. Foi titular da cabine da Toco, um dos clubes mais adorados que o Brasil já teve, teve programa em emissoras como Jovem Pan e Band FM, foi publisher de uma das revistas mais legais do mercado (a finada DJ World), abriu shows gigantescos para nomes pop dos anos 80 (Technotronic, Information Society), bateu perna em Nova York atrás de discos e equipamentos, se apresentou no Brasil todo, além de países como o Japão e os EUA, e só se arrepende de uma coisa: não ter ido morar em Miami, quando teve a oportunidade nos anos 90.

Fonte: https://musicnonstop.uol.com.br/vadao-faz-35-anos-como-dj-e-conta-por-que-a-toco-mudou-os-rumos-da-musica-eletronica-no-brasil/

 

 

Dj Ricardo Guedes

Dj Ricardo Guedes 1/3

Dj Ricardo Guedes 2/3

Dj Ricardo Guedes 3/3

Na noite de 14 de junho de 2010, a música eletrônica perdia um de seus principais personagens, o DJ e radialista Ricardo Guedes. Aos 46 anos, quase 30 dedicados à dance music, Guedes foi vítima de um enfarte seguido de AVC. Sua morte abrupta pôs fim à carreira desse DJ mais do que apaixonado pela profissão.

Em tempos em que ídolos da música eletrônica se constroem subindo no praticável e gritando “Put your fucking hands up”, é sempre bom lembrar de figuras como Guedes, DJ que tanto fez para que hoje existam no Brasil clubes, escolas de DJs, programas de música eletrônica no rádio, remixes de tudo que é estilo. Exagero meu? Se você acha, é porque não conhece a trajetória de Ricardo Guedes.
Além de ter batalhado no front desde os anos 80 para divulgar a música eletrônica no Brasil, à frente de programas de rádio como o irônico Esquentando os Pratos, Guedes foi um dos DJs mais técnicos do país. Em matéria de mixagem, ele mesmo dizia, não tinha pra ninguém. Talvez hoje, em tempos de DJs de pen-drive, esse orgulho de mixar bem soe um tanto antiquado, mas, acredite, quando tudo era feito na raça, saber tocar era fundamental.
Fonte: https://musicnonstop.uol.com.br/a-musica-eletronica-deve-muito-a-ricardo-guedes-1964-2010/

Dj Ricardo Guedes – Curso para Djs